domingo, 10 de dezembro de 2017

sábado, 9 de dezembro de 2017

OS ESTADOS UNIDOS VÃO À GUERRA COM SUCATAS

 A estação RT russa transmitiu uma reportagem sobre as tropas dos EUA estacionadas na Polônia: enterrados na lama, recebem ajuda de poloneses, um comboio americano que ficou preso, e salvos pela ajuda local, próximo de Lubin, no oeste da Polônia. Parece uma sucata com freios arrebentados. Os problemas foram acrescidos por mais um veículo que virou. Para mim, isenta do comentário do jornal, é fácil de se perder uma guerra desconhecendo o caminho em que andam, ainda sem condições e andando em em veículos velhos.  Para o Brasil foram mandadas toneladas e toneladas de sucatas, que aqui foram descartadas. Vergonha para os brasileiros que aceitaram lixos americanos.







domingo, 19 de novembro de 2017

O DOENTIO PRESENTE DE TRUMP A SEU FILHO

ASSINE AQUITrump decreta leis até em outros países, assim quem quiser caçar elefantes, podem e devem trazer seus troféus para casa. Este é o Trumpinho filho do mais novo pretendente do extermínio dos animais no planeta.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

sábado, 11 de novembro de 2017

A IMPRENSA DE ONTEM E A DE HOJE

Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma... Frase de Joseph Pulitzer.“A imprensa brasileira sempre foi canalha. Eu acredito que se a imprensa brasileira fosse um pouco melhor poderia ter uma influência realmente maravilhosa sobre o País. Acho que uma das grandes culpadas das condições do País, mais do que as forças que o dominam politicamente, é nossa imprensa. Repito, apesar de toda a evolução, nossa imprensa é lamentavelmente ruim. E não quero falar da televisão, que já nasceu pusilânime” Millôr Fernandes
"Pelo bem do País, Lula deve morrer. Eis uma verdade incontestável. Digo, se Luiz Inácio ainda é encarado por boa parte da sociedade como o prócer a ser seguido, se continua sendo capaz de liderar pesquisas e inspirar militantes Brasil afora, então Lula precisa morrer."  Revista Istoé

PUTIN SÓ AGREGA, NÃO DIVIDE

YANDEX.RU - DANANG / Vietnã /, 11 de novembro. / TASS /. O presidente russo, Vladimir Putin, explicou por dificuldades no protocolo que, durante a cúpula da APEC (10 a 11 de novembro), não foi possível organizar conversações separadas com o presidente dos EUA, Donald Trump.
"Quanto a uma reunião separada com o Sr. Trump, em primeiro lugar, isso se deveu ao cronograma do trabalho do Sr. Trump e do meu horário e com certas formalidades do protocolo, que infelizmente nossos times não conseguiram lidar", afirmou o chefe do estado russo jornalistas no final da cúpula da APEC. "Bem, eles serão punidos por isso", ele acrescentou com um sorriso.
"Ao mesmo tempo, nada terrível aconteceu", acredita Putin. Ele explicou que falou com sua homóloga americana "durante a reunião de hoje". "Em geral - tudo o que queríamos, discutimos", disse o líder russo.
Segundo ele, a conversa com Trump dizia respeito aos que foram discutidos na própria cúpula - "como usar as novas oportunidades que a economia digital oferece para o desenvolvimento de laços econômicos".
"Outro concordou em uma declaração conjunta sobre o combate ao terrorismo na Síria", lembrou Putin.
"Neste sentido, tendo em mente o primeiro e o segundo, posso dizer que este trabalho nos campos foi útil e bem-sucedido, porque não foi tão fácil chegar à declaração sobre a Síria", acredita o presidente russo. Ele abriu os detalhes do documento: "Nossos especialistas trabalharam nesta declaração na véspera da cúpula e ontem finalizaram o documento." Ministros dos Negócios Estrangeiros - O Sr. [Reks] Tillerson e o Sr. [Sergey] Lavrov - trabalharam sobre as questões que surgiram após Este texto foi proposto por especialistas e hoje concordamos com o Presidente dos Estados Unidos neste documento ".
O presidente da Federação Russa chamou de comunicação confortável e benevolente com Trump, no entanto, ele se queixou da falta de tempo e ofereceu-se para encontrar uma oportunidade para negociações sobre toda a gama de relações russo-americana
"Infelizmente, não há muito tempo até que possamos conversar com mais detalhes sobre todo o complexo de nossas relações, e há algo de que falar, tanto na esfera da segurança como na esfera da interação econômica, que hoje temos praticamente zero", disse o russo líder. Ele lembrou que o volume de negócios entre os dois países anteriormente era de apenas US $ 28 bilhões, agora caiu para US $ 20 bilhões - "para países como os Estados Unidos e a Rússia, é quase zero".
"Portanto, certamente precisamos encontrar uma oportunidade para nossos times e no nível dos presidentes se sentarem e conversarem sobre todo o complexo de nossas relações", concluiu o líder russo.
Respondendo à pergunta dos jornalistas sobre se ele tinha que sentir o hábito do dono da Casa Branca com um aperto de mão intenso, o líder russo observou: "Eu não sei sobre seus hábitos, nós não sabemos muito". "Mas o presidente dos Estados Unidos se comporta de forma correta e benevolente", disse Putin, observando que eles têm um "diálogo normal" com o Trump. Segundo ele, o presidente americano é "uma pessoa bem educada, confortável na comunicação e trabalhando juntos".
Respondendo a perguntas dos jornalistas, o presidente russo também disse que ele tinha à margem da cimeira da APEC realizada uma série de reuniões bilaterais - com primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, o presidente chinês, Xi Jinping, o presidente do Vietnã Tran Dai Quang. "As conversas com o líder de cada país foram muito detalhadas", disse Putin.


Подробнее на ТАСС:
http://tass.ru/politika/4720484

03/06/2017 - Ariano Suassuna - Lula foi o melhor presidente do Brasil

Contexto Livre: Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira

Contexto Livre: Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira:                                                                                            . Confirmada na tarde de ontem, às 14h, na...

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

"TRESLOUCADO AMIGO" NO STF!

Resultado de imagem para foto de Olavo BilacOuvir Estrelas

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo, 
Perdeste o senso
!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite,
enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido 
Tem o que dizem, quando estão contigo? "

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e e de entender estrelas".
                Olavo Bilac