quarta-feira, 12 de abril de 2017

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO

 Quando assumi o Ministério da Saúde através de concurso do DASP, na sala em que fui conferir processos havia esse antigo cartaz já envelhecido pelo tempo. Na medida que o tempo corria, em que os obstáculos também surgiam, o cartaz estava ali com a natureza animal na cadeia alimentar. Também na natureza humana havia a dança das cadeiras, havia reuniões, havia processos milionários para serem pagos e a única coisa que diferia do reino animal, era a razão. Mudava de sala, mudava de andar, mas sempre em alguma oportunidade nos meus trinta anos lá permanecidos, ninguém teve a audácia de jogá-lo no lixo. Vivemos um momento histórico em que tudo parece estar perdido, estamos sendo engolidos por uma política de desgoverno que se parece com a ave pernalta e nanicos nos prestamos de alimento para saciar a fome de golpistas, MAS NEM TUDO ESTÁ PERDIDO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário