sexta-feira, 10 de maio de 2013

RICOS MAL ACOSTUMADOS E COM DINHEIRINHO-EM-PENCA




Frases como: "Somos pobres mas somos limpinhos" e "Dinheiro não dá em árvore", devem  ser ressuscitadas. Esta última  já tem até torcida e quatro países disputam a autoria: Inglaterra, França, Portugal e finalmente o Brasil. As evidências de que a frase é nossa são muitas e ela se parece com o perfil do nosso rico. Desesperados por dinheiro e tem alguns que acreditam que dinheiro dá em árvore, já procuraram por ela, assim como Pôncio de Leon procurava uma fonte que se banhasse  para conquistar a juventude. Os nossos ricos já foram enganados e até compraram um tal  de dinheirinho em penca, no lugar daquela famosa árvore que me faz lembrar o Jeca Tuta, naquela sua ingenuidade. Esta plantinha é bem melhor do que aquela que dá dinheiro em árvore, porque  pelo menos simboliza dinheiro sendo colhido em pencas. Dinheiro é bom, dinheiro trás felicidade e a sociedade toda precisa ser feliz. O que tem a ver a primeira frase "Somos pobres, mas somos limpinhos", com a segunda. Esta é uma frase que traduz muita humildade, quase um clamor dos pobres para que os ricos os vejam sem aquela diferença, sem aquele nariz torcido porque eles sabem que a  sociedade burguesa e os pequenos burgueses condenam dar esmolas ou dar alguma coisa para  eles e que pelo menos  se cobre um valor simbólico para  que não se acostumem a pedir e viver sem trabalhar. Precisamos mudar o discurso porque o que está acontecendo é um derrame de dinheiro que está recaindo sobre os ricos, que não fazem nada, a custa do povão e temos como resultado os ricos, jogados nas cordas. Dê o seu dinheiro aos pobres porque rico fica mal acostumado e dinheiro os torna vagabundos.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário