segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

MEXENDO COM LIVROS: PROJETO CIDADÃO CONECTADO - Que beleza!

MEXENDO COM LIVROS: PROJETO CIDADÃO CONECTADO - Que beleza!:           "O Governo Federal, em articulação com a iniciativa privada, facilita a aquisição de computadores por meio do Projeto ...

PROJETO CIDADÃO CONECTADO - Que beleza!

 

        "O Governo Federal, em articulação com a iniciativa privada, facilita a aquisição de computadores por meio do Projeto Computador para Todos. O objetivo principal do projeto é possibilitar para a população que não tem acesso ao computador a obtenção de um equipamento de qualidade, com sistema operacional e aplicativos em software livre, que atenda ao máximo às demandas do usuário, além de permitir acesso à Internet."
          Este texto foi extraído do blog do gov. federal,  de conhecimento de muitos que esta política de informatizar escolas e lares sempre me preocupou. Apesar de controvérsias esta importância dada aos computadores me deixa com dúvidas se eu vou estar mais bem informada ou se vou estar focada apenas em algum ponto de interesse. Com a campanha "Fora Renan Calheiros" percebeu-se que de fato as assinaturas ultrapassaram as expectativas  dos brasileiros com a bunda em frente aos computadores. Triste constatação que as assinaturas da Web não remove montanhas. Montanhas que formam cadeias cada vez mais sólidas dentro do PT e Dilma Russef trás para a sua cordilheira uma montanha de peso político, um articulador não de cor vermelha, mas trajando diferente. Os inteligentes calhordas, nos imploram: fiquem sentados, cruzem os braços. O povo desanimado como Jeca-Tatu, parece atolado e sem vontade de soltar um grito fora da Internet. Podemos acreditar e é pura verdade este é o país que melhor funciona a Web, enquanto "à sombra das bananeiras" ou "debaixo dos laranjais" o Planalto faz a festa.

 
Não deixe de ler Casimiro de Abreu
 
 Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
— Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
À sombra das bananeiras
Debaixo dos laranjais!


sábado, 23 de fevereiro de 2013